"Uma carona ao mundo underground urbano, de uma babilônia retratada em sons ácidos, picantes, pesados e ousados, que remete à imaginação de quem ouve cenários dignos de um filme de Quentin Tarantino". Essa é uma descrição que poderia ilustrar bem o que é o RAP de Cartel MCs.

Este grupo do Rio de Janeiro, atualmente na sua segunda formação com: Ber MC, Victor Sly DelaRima, Funkero, Darryu, DJ Erik Skratch (skratches performer) e Daniel Sydens (MPC live), completa 6 anos de criado e encontra-se em um momento de maior maturidade. O conceito de um som marginal, resultado das experiências individuais de seus MCs e as suas observações sobre o cotidiano de uma grande metrópole, cria tendências nas pistas e faz do Cartel MCs um grupo de expressiva referência deste movimento musical que mais cresce no Brasil entre os jovens de 14 a 30 anos. A aceitação do público fica bem evidente nos números estatísticos em páginas para fãs nas redes sociais, das quais o grupo se utiliza como principal veículo de divulgação do seu trabalho.

Atualmente, o grupo está produzindo o seu terceiro disco, ainda sem nome, do qual fazem parte os singles já lançados e com excelente visibilidade, como: "Queda Livre" (que virou gíria nas noites de rap), "Beijo da Morte" (tocando na programação normal de rádios da FM), "Bates Motel" (lançado com um clipe) e "Sonhos de Escobar" (um reporte do que acontece no submundo da droga pelo mundo).

Nas apresentações ao vivo do grupo fica notória essa parceria crescente com o público. Ao executarem as músicas de um show em quatro atos, encontram eco na voz da galera tanto no repertório mais antigo quanto no mais atual. O grupo já dividiu os palcos das melhores festas de Hip Hop com a grande maioria das atrações da cena atual do RAP nacional, assim também como os old schools Thaide, Black Alien, Spead Freaks e atrações internacionais como Souja Boy e GZA.


De: Rio de Janeiro

No Rap desde: 2008

website: http://www.cartelmcs.com.br

Enviar Mensagem